11/07/2007

.: CINEMA .: Astro de “High School Musical” em remake de “Footloose”

Sim, é isso mesmo que você leu, não se faça de desentendido – se você não conhece o primeiro, deve ser tiozão o suficiente para conhecer o segundo. A Paramount está desenvolvendo uma refilmagem do dançante “Footloose” (1984), com Zac Efron (“High School Musical”) no papel de Ren McCormack, interpretado originalmente por Kevin Bacon.

A direção e coreografia ficariam a cargo do próprio Kenny Ortega, de “HSM”, com produção de Dylan Sellers (“Agente Teen”). O plano do estúdio é transformar este novo “Footloose” em um daqueles musicais gigantescos, do tipo blockbuster mesmo, a la “Moulin Rouge” ou “Chicago”. Na história original, McCormack é um rebelde recém-chegado a uma cidadezinha de interior e que resolve chacoalhar as coisas quando descobre que, por lá, é proibido dançar. Que medo. Por que diabos os engravatados de Hollywood não entendem que não se deve mexer em determinadas coisas? Deixem os mortos enterrados no passado! Inferno! >:)


"Loose, footloose / Kick off your Sunday shoes / Please, Louise / Pull me offa my knees Jack, get back / C'mon before we crack / Lose your blues / Everybody cut footloose"
(Footloose/Kenny Loogins)

Mais manchetes do mundinho pop:

- Um prólogo intitulado “Drácula Ano Zero” não parece ser das coisas mais atrativas, não? Mas e se o diretor for ninguém menos do que o ótimo Alex Proyas (“O Corvo”, “Cidade das Sombras”), dizendo ainda ter sido atraído pelo “olhar cheio de frescor sobre a lenda” do roteiro de Matt Sazama e Burk Sharpless? Bacana, hein? O cineasta afirma ainda ter simpatia por um personagem que “vende sua alma ao diabo para salvar seu reino e sua família”. - Billy Crudup, o filhão desconfiado de “Peixe Grande” e voz dos comerciais gringos do MasterCard, pode ser o azulado e superpoderoso Dr.Manhattan na versão cinematográfica de “Watchmen”, clássico do mestre barbudo Alan Moore.

- De acordo com a Associated Press, o agente secreto James Bond terá um novo livro chegando às lojas em 2008, centenário do nascimento do criador Ian Fleming: “Devil May Care” será escrito pelo britânico Sebastian Faulks, com a autorização da família de Fleming. A trama se passará durante a Guerra Fria.

- Boa notícia: o terceiro filme da dupla Bill & Ted enfim vai sair do papel. Má notícia: vai sair direto para vídeo e não será estrelado por Alex Winter e Keanu Reeves. O roteiro será dos estreantes Gabe Grifoni e Suzanne Francis.

- Deu na IGN Today: o ator Arnold Schwarzenegger não está mais envolvido com o papel principal de “Sargento Rock”, a adaptação para os cinemas do clássico título de quadrinhos de guerra da DC Comics. Uma pena, já que o governator é a cara do militar mais durão dos gibis (talvez depois do Nick Fury versão ultimate, vá lá). E quem se importa com aquele sotaque, afinal?

- E esta saiu na Variety: o diretor Bryan Singer se encontrou recentemente com o amigo Kevin Spacey em Nova York e, como era de se esperar, confirmou-se que o ator retornará ao papel de Lex Luthor na continuação de “Superman – O Retorno”. O roteirista Michael Dougherty já está cuidando de escrever a bagaça.

- E por falar em encontros de amigos: em vídeo divulgado no site ShatnerVision, o ator William Shatner revela que o camarada Leonard Nimoy estaria no elenco do novo filme da franquia “Star Trek” (Jornada nas Estrelas), uma espécie de “recontagem” da história original. O lance é que...bem...o próprio Shatner teria sido sumariamente limado da história, a ser dirigida por J.J.Abrams (“Lost”, “Missão: Impossível III”).

- “Eu seria maluco se não desse uma olhada no sétimo livro e me deixasse influenciar por ele, sendo que estamos refinando o roteiro para o sexto filme”, diz David Yates, diretor de “Harry Potter e Ordem da Fênix”, quinto filme do bruxinho que estréia esta semana, e também confirmado como o responsável pela próxima película sobre os alunos de Hogwarts.

- O produtor Frank Marshall e o diretor Steven Spielberg querem rodar o quarto “Indiana Jones” da mesma forma que os três primeiros. Ou seja: sem (muitos) efeitos especiais, mantendo um jeitão de filme B.

Nenhum comentário: