05/07/2007

.: MÚSICA .: Adivinha quem é o maior britânico vivo?

Pois é, engana-se quem pensa que o jornal “The Guardian”, um dos maiores e mais prestigiosos da Terra da Rainha, deu este título a Paul McCartney, Mick Jagger ou mesmo Ozzy Osbourne. Príncipe Charles e Tony Blair, então passaram longe. O vencedor é ninguém menos do que Lemmy, o folclórico frontman do Motörhead.

"Alguns diriam que essa honra pertenceria ao Tony Benn (político de esquerda)”, explica a publicação, “mas participar de uma de suas palestras pode custar até 35 libras e não lhe dá o direito de ouvir 'Ace of Spades' tocadas por um sexagenário que fuma dois maços de Marlboro e bebe dois litros de Jack Daniel's por dia".

Justo, muito justo, justíssimo.

E nem pensem em falar no Keith Richards, já que ele não pode ser enquadrado na categoria “vivo”. O sujeito transcendeu e está mais para uma espécie de zumbi que a morte simplesmente esqueceu de levar embora. “Deixa o cara aí, vai fazer a maior zona no inferno mesmo...”.

Mais manchetes do mundinho pop:

- A Panini Comics, em sua campanha para me deixar cada mês mais pobre, fez uma espécie de vídeo promocional, em formato de trailer, da megasérie “Guerra Civil”, que promete revolucionar a fachada do Universo Marvel colocando herói contra herói em lados diferentes pela lei de registro dos super-heróis. Veja só: http://www.guerracivil.com.br/

- Confirmada mais uma atração internacional na versão 2007 do FIQ (Festival Internacional de Quadrinhos), que acontece novamente em Belo Horizonte entre 16 e 21 de outubro: Eduardo Risso, artista responsável pela polêmica e violenta série “100 Balas”. Será a segunda visita do desenhista ao nosso país, depois de uma breve passagem por aqui em 2002.

- De acordo com a versão online da revista britânica de cinema Empire, o diretor Robert Zemeckis (“De Volta Para o Futuro”) quer usar a mesma técnica de captação de movimentos de “O Expresso Polar” (alguém mais ouviu o Zarko caindo e gemendo de dor em algum lugar de Santos?) para recontar a história natalina “A Christmas Carol” (Um Cântico de Natal), do escritor Charles Dickens - aquela mesma do avarento Ebenezer Scrooge e os fantasmas dos Natais do Passado, do Presente e do Futuro. A idéia é ter Jim Carrey como Scrooge e ainda Bob Hoskins (que trabalhou com Zemeckis em “Uma Cilada Para Roger Rabbit”) no papel de Mr. Fezziwig, uma das pessoas de seu passado que Scrooge reencontra em sua viagem.

- Agora vai: a New Line Cinema está fechando uma parceria com a HBO para levar aos cinemas um longa-metragem baseado na série “Sex And The City”, com Sarah Jessica Parker, Kim Cattrall, Kristin Davis e Cynthia Nixon de volta aos seus papéis, e com direção e roteiro do produtor executivo do finado programa, Michael Patrick King.

- Esqueça toda aquela bobagem que você andou lendo por aí a respeito de uma sinopse de “Jogos Mortais 4”. Tudo uma baita mentirada inventada pelo diretor Darren Lynn Bousman e reproduzida em sites e mais sites (internet é a ferramenta do capeta, já diria o Ziraldo). A distribuidora Lionsgate liberou a história oficial, a saber (SPOILERS À FRENTE! SPOILERS À FRENTE!): “Jigsaw e sua aprendiz Amanda estão mortos. Agora, depois das notícias da morte do Detetive Kerry, dois agentes do FBI, Strahm e Perez, chegam à comunidade para ajudar o veterano Detetive Hoffman a analisar os restos da obra de Jigsaw e resolver o quebra-cabeça. No entanto, quando o comandante da SWAT Rigg é capturado e colocado em um jogo semelhante, o ultimo oficial intocado por Jigsaw tem noventa minutos para ultrapassar uma série de armadilhas dementes e salvar um velho amigo...ou enfrentar as terríveis conseqüências”.

- Michael Jai White (que viveu o soldado do inferno Spawn naquele filme assombrosamente ruim) ganhou uma boquinha no elenco de “The Dark Knight”, a continuação de “Batman Begins”. Ele será o gangster Gamble, líder de uma das gangues competindo pelo submundo do crime em Gotham desde que Carmine Falcone saiu de cena na película anterior. Sal Maroni (Eric Roberts) tomou o controle do restante do espólio da família de Falcone, enquanto o misterioso ladrão de bancos apelidado de Coringa (Heath Ledger) representa uma nova raça de criminosos nas ruas da cidade.

- No final da sexta temporada de “Smallville”, um vilãozão da Zona Negativa tenta criar um clone de Clark Kent, mas acaba obtendo um resultado estranho, gerando uma criatura deformada e com um parafuso a menos. Em resumo, um Clark Kent...Bizarro. Sim, é isso mesmo, o antagonista que o jovem Menino de Aço já começa enfrentando na próxima temporada é uma versão do Bizarro, clássico vilão dos gibis do Azulão da DC Comics.

Um comentário:

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Se você quiser linkar meu blog no seu eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If you speak English can see the version in English of the Camiseta Personalizada. If he will be possible add my blog in your blogroll I thankful, bye friend).