29/02/2008

.: PESSOAL .: Vikings tinham moda metrossexual?

A pesquisadora Annika Larsson, da universidade sueca de Uppsala, estudou tecidos preservados com mais de mil anos de idade vindos da Suécia e de colônias vikings no território da atual Rússia. E concluiu: estes povos gostavam de usar roupas coloridas, brilhantes, sendo comum o uso de fitas de seda e “pedacinhos de espelhos para criar efeitos de brilho”.

Ô dona. Não sacaneia, vai. Tá desmoralizando os filhos de Odin. Nem deixa o Eric Adams ou os caras do Amon Amarth ouvirem uma história destas ou eles já vão logo lhe metendo um tapão na orelha, bem ao estilo do Bibelô.

Prefiro continuar imaginando os vikings com suas toscas tangas de couro e chapéus com chifres, com barbas enormes, trançadas e mal-cuidadas e fazendo cara de poucos amigos enquanto bradam seus enormes machados duplos. Meio como o Thor – aliás...melhor esquecer a versão do Thor para os gibis da Marvel, porque os habitantes de Asgard criados por Stan Lee são tão multicoloridos quanto seus amigos super-heróisticos de Midgard. Vamos deixar esta imagem para lá.

Pensemos no Conan. Ou naqueles bárbaros descerebrados e com armas maiores do que a própria cabeça do “Dungeons & Dragons”. Bem melhor, não?

Humpf. Só faltava dizer que os caras usavam garfo e faca e pediam “dá licença?” antes de invadir e botar fogo nos vilarejos dos seus inimigos.

Um comentário:

Gabriela Iscariotes disse...

Mais uma pra minha lista de "coisas que estragaram a minha infância". Tá no nível da minha descoberta de que os kilts foram inventados apenas no séc. XIX (então esquece metade da graça de Coração Valente).