15/04/2008

.: TV .: Os primeiros 8 episódios de Lost – 4ª temporada

Pronto, terminei de ver este primeiro lote de episódios do “Lost” – e agora estou livre para as devidas conversas de boteco cheias de detalhes spoilerentos. Caso você, como eu, seja um retardatário e não tenho visto sequer um minuto da quarta temporada de aventuras dos perdidos na ilha, não precisa se preocupar, prometo não entrar em detalhes que possam estragar a diversão. Mas saiba que um novo personagem acaba de entrar na minha lista de favoritos: Desmond. Quer dizer, sempre tive uma baita simpatia pelo cara, mas o que rola no quinto episódio, uma verdadeira teoria de ficção científica sobre deslocamento da consciência pelo tempo, só fez o cara ganhar ainda mais em carisma e personalidade. Fantástico ver a seqüência dele falando ao telefone. Espetacular, brother.

De resto, gosto cada vez mais de ver o desenvolvimento de Ben como um vilão de verdade, Dr.Destino-style, daqueles que acreditam mesmo no seu ideal e estão dispostos a passar por cima de qualquer um, das formas mais maquiavélicas possíveis, para alcançá-los. E foi realmente inteligente transformar Jack e Locke em dois lados de uma mesma moeda – o primeiro é o paladino extremo e quase cego que quer tirar as pessoas da ilha de qualquer jeito, enquanto o outro é o sujeito desesperado que percebeu que não tem qualquer vida fora da ilha e pretende permanecer nela para sempre, sem interferências externas. O conflito era mesmo inevitável.

Os roteiristas estão seguindo por caminhos que eu não tinha imaginado até então, usando e alternando bem os flashbacks com os fast-forwards, com sacadas inteligentes e pouco previsíveis. As respostas ainda são bem poucas. Mas a tensão e a originalidade superam, e muito, tudo aquilo que foi mostrado na segunda temporada, por exemplo. Se este é o começo do fim, ainda tô me perguntando como diabos estes sujeitos planejam encerrar a série. A solução vai precisar ser muito, mas MUITO criativa mesmo.

Nenhum comentário: