02/12/2008

.: MÚSICA .: Enquanto isso, no meu MP3 Player...

...vinha ouvindo os Demônios da Garoa quando tive uma epifania: se o personagem genérico que protagoniza as canções do Matanza tivesse nascido na década de 50, ele teria se tornado o personagem genérico que protagoniza as músicas dos Demônios da Garoa. É sério, não ria. Ambos são, essencialmente, um tanto canalhas, mulherengos, boêmios, politicamente incorretos para a época. A diferença é que o personagem das músicas dos Demônios não fala palavrões e não é um roqueiro cabeludo e desbocado como é o estereótipo encarnado por Jimmy London. É, de fato, um tiozinho de terno e gravata, possivelmente com uma estilosa bengala e seu chapéu panamá. Mas creio que, se tivesse nascido nos dias de hoje, o Adoniran Barbosa se daria muito bem com o Donida – guitarrista do Matanza e responsável pela maior parte das letras da banda. Não duvido que eles tomassem umas cachaças juntos.

...e este foi o meu momento de filosofia musical de boteco. Semana que vem tem mais. Ou não.

Nenhum comentário: