22/01/2009

.: MÚSICA .: Resenha .: Chinese Democracy (Guns 'n' Roses)

Esta história todo mundo já conhece: depois de 15 anos de espera, finalmente Axl Rose deixa de enrolação e lança o novo álbum de inéditas do Guns ‘n’ Roses, “Chinese Democracy”. Nem me cabe entrar, neste espaço tão pequeno, nos motivos que levaram Mr.Rose a demorar mais de uma década para produzir um disco – que, por razões óbvias, tornou-se o mais caro da história, custando a pequena bagatela de US$ 13 milhões. O grande problema é que, depois de tanto tempo, “Chinese Democracy” chega às prateleiras tendo obrigatoriamente que lidar com um inimigo muito mais cruel em seu julgamento: a ansiedade dos fãs. Afinal, o produto final demorou tanto tempo para sair do forno – quando se começou a falar nele, eu tinha 14 anos e o rosto repleto de espinhas, veja só você – que é de esperar, portanto, que ele seja no mínimo genial. Ledo engano, meu caro Watson.

::: Leia a minha resenha completa no Whiplash

Um comentário:

Paco D. Lee disse...

Na pior das hipóteses, 15 anos de espera por um CD foi uma excelente jogada de marketing! XD

Cara, também participo de um blog de cultura pop e nerd em geral, desde HQ's, mangás e música até cinema, informática e games. Se possível dá lá uma olhada: devaneios-nerds.blospot.com e veja o que acha.

Abraços!