09/04/2009

.: MÚSICA .: Show do Kiss em SP (07/04/2009)

"Alright, São Paulo. You wanted the best, you got the best. The hottest band in the world… KISS!". Quando o mestre de cerimônias fez, nesta terça (7), na Arena Anhembi, a tradicional saudação no início do show do mascarado quarteto americano na capital paulista, me senti como uma criança novamente. Pouco antes, quando os alto-falantes começaram a tocar “Won’t Get Fooled Again”, do The Who, e a enorme bandeira com o nome da banda se desenrolou no palco, eu sabia o que estava prestes a acontecer. Pois, sob o comando de Paul Stanley e Gene Simmons, o Kiss faz um espetáculo que vai muito além da música. Trata-se de uma performance repleta de explosões, chamas ardendo em pleno palco, luzes e demais efeitos pirotécnicos – tudo para transformar a noite daquela platéia em algo próximo do inesquecível. E foi.

Leia o restante da minha crítica no JUDÃO

*********************************************
Obrigado aos camaradas judônicos Borbs e Morph e especialmente ao brother of metal Silas The Chosen pela companhia durante o show. E, é claro, meus agradecimentos também ao velhinho que parecia o meu avô e que estava curtindo horrores, ao cara que ficava ameaçando tirar a roupa o tempo todo, às malucas que gritavam dizendo que queriam dar para o Paul Stanley. Todos vocês garantiram a diversão. Mas para o cara que se agachou na nossa frente e fez o que ele bem sabe que fez, tudo que lhe desejo são, como diz o mestre Falcão, "sucessivas câimbras na região anal".

Um comentário:

Leonardo disse...

Se o Paul Stanley tivesse ouvido o truta lá ameaçando ficar pelado, ia ficar MA-LU-CO.