10/06/2009

.: CINEMA .: Hold your hammers high!

"Thor, The Mighty / Thor, The Brave / Crush the infidels in your way", diz o Manowar na letra de "Thor, The Powerhead". Não menos heavy metal é a declaração de Ashley Miller, co-roteirista da adaptação para o cinema das histórias em quadrinhos do Poderoso Thor, da Marvel Comics: "Vamos vê-lo lutando como doido e vamos sentir sua fúria. (...) Queremos ver sujeira e sangue, ouvir ossos estalando - e quando ele libera a tempestade, queremos mostrar o que é o poder de um deus em ação". Espetacular, não?


O lance é que o presidente do Marvel Studios, Kevin Feige, confirmou as escalações de Chris Hemsworth como Thor e Tom Hiddleston no papel de Loki. Vendo os recentes episódios de "Grey's Anatomy", tinha me convencido de que Kevin McKidd, o McArmy, era a escolha ideal para interpretar o Deus do Trovão - oolhar do camarada quando ele tenta enforcar Sandra Oh é ideal. Ainda estou tentando me acostumar a enxergar o sujeito ao lado como o visceral filho de Odin. Não vi o novo "Star Trek", no qual ele interpreta o pai de James T. Kirk. Portanto, sem preconceitos. Vou respirar fundo e dar uma chance à Marvel - por mais que seja a mesma Marvel que permitiu a publicação das recentes histórias dos X-Men e Quarteto Ultimate, além do volume III de "Os Supremos". Crap. Diacho. Estou misturando as coisas. Coisa de fã mesmo.

Coloquem logo o Mjolnir na mão do cara. Pois foi só depois de ver Hugh Jackman com as garras é que os leitores de quadrinhos entenderam que aquele australiano de cabelo lambido poderia ser, afinal, o Wolverine.

Nenhum comentário: