13/07/2010

.: MÚSICA .: Eu gosto do Bon Jovi, e daí?

A imprensa chama o sujeito de “baba”. Os roqueiros da linha indie fingem que ele não existe. E os bangers e fãs de hard rock o tratam como uma espécie de “lixo mainstream”. Tô nem aí para nenhum deles, numa boa. Eu não ligo de dizer que gosto do Bon Jovi – é, ele mesmo, o camarada e seus amigos que acabam de anunciar uma apresentação única no Brasil, em São Paulo, para o dia 6 de outubro.

Não sei se vou conseguir ir ao show, muito mais por motivos pessoais do que por qualquer outra coisa. Mas se tivesse a chance iria, sem pensar duas vezes.

Tá, eu sei, nos últimos anos o grupo se tornou um hitmaker pop rock basicamente trabalhando a serviço da MTV, com umas canções bobinhas que tendem a me lembrar mais do Jota Quest do que o vigoroso e divertido rock de Los Angeles. Entendo que as pessoas desconsiderem aquelas coisas que vieram nos anos 2000 como “Crush” (2000), “Bounce” (2002), “Have a Nice Day” (2005) e o tenebroso “Lost Highway” (2007). Eu também o faço. Mas estamos falando dos mesmo caras que nos deram discaços como a dobradinha “Slippery When Wet” (86) e “New Jersey” (88), além de “Keep the Faith” (92).

Eles não são o Mötley Crüe, que aposta muito mais no peso do que nas baladas, cujo hard rock flerta sem frescuras com o heavy metal. Claro que não são. Eles descobriram uma levada que faz sucesso, entraram de cabeça nisso e vão seguindo sem medo de ser felizes, sendo muito mais românticos-fofinhos do que aquele glam metal que se espera dos grupos da Sunset Strip.

Ok, eu prefiro ouvir muito mais “Wanted Dead or Alive”, “You Give Love a Bad Name”, “Livin’ on a Prayer”, “Blaze of Glory” ou “Keep the Faith” do que o amor rasgado de “Bed of Roses”. Mas admito que me divirto horrores com “Born to Be My Baby”.

Só porque toca em rádio, só porque tem clipe rolando o tempo todo na tevê, só porque as menininhas adoram, só porque a mulherada se descabela, não quer dizer que é necessariamente ruim ou que os cabeludos from hell precisam necessariamente odiar.

Quanto a mim? O que eu odeio mesmo é gente que não sabe se divertir.

BON JOVI - THE CIRCLE TOUR
Quando: quarta-feira, dia 6 de outubro
Onde: Estádio do Morumbi, São Paulo/SP

Um comentário:

Anônimo disse...

És mesmo uma bichona.