28/09/2010

.: QUADRINHOS .: B de Batman?

Sabe o Capitão América? Então, ele morreu. Quer dizer, não morreu de fato. Mas sua consciência/existência foi lançada no tempo, coisa assim. Um lance metafísico. Com Steve Rogers fora da jogada, seu ex-parceiro mirim Bucky Barnes, agora o Soldado Invernal, assumiu o uniforme e o escudo do Sentinela da Liberdade. E deu muito certo, em especial graças à força dos roteiros de Ed Brubaker.
Pois é. Então, você sabe o Batman? Aconteceu praticamente a mesma coisa. O Morcegão morreu (mais de uma vez, aliás, cortesia da mente bizarra de Grant Morrison), também se perdeu no tempo e acabou substituído pelo ex-parceiro mirim Dick Grayson, o primeiro Robin, agora atuando como Asa Noturna. Grayson vestiu o uniforme do Cavaleiro das Trevas, como todo bom fã sempre sonhou. E também deu certo, veja só.

Quem acompanha este blog, com certeza já leu por aqui sobre as coincidências entre as últimas sagas dos dois personagens. O caso é que as semelhanças não param por aqui. Já contei aqui que o Capitão América original voltou, mas não fez questão de tomar o uniforme de volta. A identidade continua com o eterno amigo Bucky, enquanto Rogers vestiu um uniforme tipo Image anos 90 e, no papel que já foi de Nick Fury, Tony Stark e Norman Osborn, agora é o responsável pela principal força de segurança do país – além de controlar seu próprio time de Vingadores que agem às escondidas. O que vai rolar com o Batman? Simples. Bruce Wayne completa sua viagem no tempo, retorna para os dias de hoje e volta a ser o Batman. Mas...e quanto ao Dick Grayson? Vai continuar sendo o Batman. Ou seja: passaremos a ter dois Homem-Morcego convivendo juntos.

Pode parecer estranho a princípio. Mas pelo menos o conceito me parece bem legal. Não sei se a aplicação vai ser bem conduzida. Mas acredito que já começou bem.

A coisa vai funcionar assim: como teremos nada menos do que cinco bat-títulos mensalmente, Dick Grayson fica como protagonista de “Detective Comics”, “Batman” e “Batman and Robin”, enquanto Bruce Wayne será a estrela de “Batman Inc.” e “Batman: The Dark Knight”. O título “Batman Inc.”, por sinal, resume um pouco do que é a proposta desta nova fase: o nosso herói chifrudo resolve montar uma equipe de heróis internacionais que poderão usar o símbolo do morcego e, quem sabe, substituí-lo. “As primeiras 12 edições de ‘Batman Inc.’ serão Batman unindo-se a outros personagens e viajando pelo mundo, meio que treinando essas pessoas”, conta Grant Morrison, responsável pelos roteiros da série. “Ao fim, vamos descobrir o que ele quer com isso; não é apenas por hábito ou rotina. Ele tem um plano maior", explica o escritor. Ou seja: assim como rola na seminal minissérie “V de Vingança”, o Batman não vai ser mais uma pessoa. Vai ser uma idéia. Um conceito. Como eu disse, pelo menos inicialmente me parece ser bem bacana.

Agora vem a pergunta simples, mas que é pé no chão: como vamos conseguir diferenciar um do outro? Como diabos o pobre leitor vai saber quem é quem, quando Wayne e Grayson estiverem em cena? Fácil, fácil. Dick Grayson usa o uniforme padrão do Batman, com o enorme morcego no peito, sem a elipse amarela. Clássico. Já Mr.Wayne chega com uma nova proposta de traje. A imagem é esta que ilustra o post, com pinta de armadura.

Será que finalmente o paladino sombrio de Gotham City terá pelo menos um título mensal que valha a pena ler? Afinal, o personagem funciona muito bem em edições especiais. Mas, salvo raríssimas exceções, seu título mensal envereda por lados que a gente acaba preferindo esquecer...

2 comentários:

leonardo disse...

Dai algum tempo teremos que ter outra "Crise nas Infinitas Terras" para matar os personagens dos universos paralelos....

leonardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.