28/07/2011

.: CINEMA .: Isso sim é lobisomem, rapá!

Você está aí, todo apaixonado pela série "Teen Wolf" (Sony Spin), considerada o novo "Crepúsculo" da televisão por alguns especialistas? Pois larga mão de frescura, meu camarada. Porque aquele lobinho é filhote recém-nascido perto dos lobos que você vai ver nos filmes abaixo. Sim, siga esta seleção de licantropos e saia uivando para a lua do jeito certo.

::: O LOBISOMEM :::
Ano: 1941
Diretor: George Waggner
A mais clássica película do homem que se transforma em lobo - na qual Lon Chaney entraria para a história dos filmes de lobisomens da mesma forma que Bela Lugosi (que, por sinal, faz parte do elenco também) entrou para a história dos filmes de vampiros. Até hoje a maquiagem de Chaney e a sua seqüência de transformação são referências para o gênero e para toda a cultura pop (lembram do Freakazoid?). Depois da morte de seu irmão, Larry Talbot retorna da América direto para a sua terra natal em Wales. Quando visita um acampamento cigano, acaba sendo atacado por um habitante local que pode se transformar em lobisomem. Larry mata o lobão mas é mordido durante a luta. Logo ele descobre que adquiriu a maldição e vai assumir a forma peluda a cada lua cheia. Inspirou o remake com Benicio Del Toro.

::: GRITO DE HORROR :::
Ano: 1981
Diretor: Joe Dante
Outro cult movie de primeiríssima linha, cortesia do diretor de "Gremlins", Joe Dante. Baseado em um livro de Gary Brandner, "Grito de Horror" conta a história de uma repórter de TV (Dee Wallace-Stone) que, para recuperar-se de um encontro com um temido matador, viaja para uma espécie de retiro espiritual na Califórnia conhecido como "A Colônia". Não demora para que a xereta jornalista encontre a conexão entre o serial killer que andara investigando e o tal lugar - que é um verdadeiro ninho de lobisomens. Bons efeitos especiais, muita violência, um tanto de sensualidade e nudez e toneladas de bom humor e referências - a filmes de terror antigos, ficção científica e até desenhos animados. Merece ser visto com carinho.

::: UM LOBISOMEM AMERICANO EM LONDRES :::
Ano: 1981
Diretor: John Landis
Clássico total e absoluto, mistura na dose certa terror, suspense e uma deliciosa e bem-vinda pitada de humor negro. Dois estudantes americanos estão fazendo um mochilão pela Europa e são atacados por um lobisomem. Um acaba sendo morto, enquanto o outro é ferido - e a criatura é eliminada, revertendo à sua forma humana. O povo do vilarejo nega completamente a sua existência. O fato é que nosso sobrevivente começa a ter diversos pesadelos de sangue e morte, e descobre estar se transformando em lobisomem durante a noite. O mais legal é que seu amigo destroçado e demais vítimas de sua fúria sanguinária começam a aparecer, em forma de espíritos, para assombrar a sua vida - já que foram mortos de maneira não-natural e precisam da morte do simpático licantropo para poderem ser libertados para sempre. A seqüência da primeira transformação em lobisomem é daquelas inesquecíveis - assim como quando nosso herói acorda peladão dentro da jaula dos lobos no zoológico.

::: A COMPANHIA DOS LOBOS :::
Ano: 1984
Diretor: Neil Jordan
Exatos dez anos antes de "Entrevista com o Vampiro", Neil Jordan brincava com o mito dos lobisomens neste conto de fadas perturbado que mistura fantasia, sexualidade (no sentido mais freudiano possível), poesia visual, muitas metáforas e - bingo - um pouco de Chapeuzinho Vermelho. A jovem Rosaleen (Sarah Patterson) é uma adolescente que tem sonhos muitos estranhos, nos quais é uma pobre garota do período medieval que passa a maior parte do tempo escutando as histórias de sua avó (Angela Lansbury) sobre homens que se transformam em lobos. E acredite: isso é só o começo. A moça ainda vai conhecer um lobisomem bonitão e então...uh, what a nasty werewolf he is!

::: BALA DE PRATA :::
Ano: 1985
Diretor: Daniel Attias
Baseado no livro de Stephen King, outra película emblemática do gênero nos anos 80, reprisada à exaustão no SBT. A pequena cidade de Tarker's Mill sempre foi um lugarzinho muito pacífico, sabe? Até que começaram os brutais assassinatos, deixando a população em pânico. Enquanto todos acreditam tratar-se de um maníaco, o garotinho paralítico Marty (Corey Haim) acredita que deve ser ação de um lobisomem. E a caçada começa. Divertida participação de Terry O'Quinn, o mestre John Locke de "Lost", como o xerife do vilarejo. Ótima diversão.

::: LOBO :::
Ano: 1994
Diretor: Mike Nichols
Subestimado trabalho do mesmo Nichols de "Closer". Em "Lobo", Jack Nicholson entrega uma interpretação inspirada e até certo ponto assustadora como o azarado Will Randall, que perdeu a promoção no emprego e até a mulher para um garotão do escritório (James Spader). Durante uma viagem, no entanto, Will é mordido por um lobo - e rapidamente começa a manifestar estranhas mudanças em seu comportamento. Fica mais forte, mais intenso, mais competitivo e com os sentidos completamente ampliados. E embora esteja se apaixonando novamente, desta vez pela filha de seu chefe (Michelle Pfeiffer), cada vez mais Will se transforma no animal que o mordeu - mantendo, inclusive, a sede de sangue. Na época, nerds de todo o mundo afirmaram em uníssono que Nicholson e suas costeletas dariam um excelente Wolverine.

::: POSSUÍDA :::
Ano: 2000
Diretor: John Fawcett
Cultuada produção independente do diretor do igualmente interessante "Escuridão". A jovem Ginger tem 16 anos e é do tipo revoltadinha, uma daquelas metidas a gótica e meio rebelde sem causa. Ao lado de sua irmã mais nova, começa a fotografar cenas de morte e faz um pacto de que ambas teriam que morrer juntas. Em outubro, quando chega a sua primeira menstruação, é noite de lua cheia e Ginger é mordida por um lobisomem. Bingo. Seu corpo e seu temperamento passam por diversas mudanças - e sua irmã Brigitte conta com a ajuda do drogadinho Sam para encontrar uma cura. À medida que se aproxima o Halloween e outra lua cheia, a menina Ginger começa a ficar mais e mais assustadora - e as mortes não param.

::: O PACTO DOS LOBOS :::
Ano: 2001
Diretor: Christophe Gans
Não é bem um filme sobre lobisomens, mas é uma ótima produção de terror + ação e que explora bem o mito do monstro (podendo facilmente se transformar em uma campanha de Mundo das Trevas, aliás, vista pelo outro lado da coisa). Baseado na história real da Fera de Gevaudan, que aterrorizou a França na metade do século XVIII. Em 1765, uma fera desconhecida tem matado humanos e animais com notável ferocidade. O caso fica tão grave que o Rei da França despacha enviados para descobrir o que está acontecendo e matar a criatura. Nosso herói, Chevalier de Fronsac, terá combater não só a fera, mas também a ignorância dos locais e conspirações que envolvem duas mulheres (uma aristocrata e uma prostituta) e o enigmático Mani. Com Vincent Cassel, Mark Dacascos e a sempre bela musa italiana Monica Bellucci. Vale a pena.
::: CÃES DE CAÇA :::
Ano: 2002
Diretor: Neil Marshall
Filme inglês que foi lançado direto para vídeo aqui no Brasil - mas merecia um destino melhor porque é realmente muito interessante. Um esquadrão britânico de soldados é enviado em uma missão de treinamento na Escócia contra um esquadrão das forças especiais. Ignorando as histórias "infantis" ouvidas sobre o lugar, eles continuam a missão até encontrarem os restos mortais de seus companheiros das forças especiais em uma piscina de sangue. Na noite estrelada, tudo que se ouve é um uivo assustador. E o que começou como treinamento se transforma em uma batalha contra uma sanguinária tribo de lobisomens.

Um comentário:

Anônimo disse...

Lobo, com o Nicholson, é um ótimo filme, classicão de lobisomem, assim como essa refilmagem com o Del Toro (não vi a original). Vale muito a pena!