21/09/2011

.: FRASE DA SEMANA .: José Padilha

"Eu amo os tons políticos incisivos de Robocop e acho que algo assim é urgentemente necessário. Mas eu não vou repetir o que Verhoeven fez de maneira tão forte e tão clara. Quero criar um filme que tenha foco nos tópicos aos quais Verhoeven não deu muita atenção. Se você é um homem transformado em robô, como lida com isso? Quais as diferenças entre ser um robô e ser humano? Onde fica o livre arbítrio e o que significa perdê-lo?"

Em entrevista ao site holandês Film1, comentando sobre como sua versão para "Robocop" vai diferir da originalmente dirigida por Paul Verhoeven em 1987.

Em tempo: "Tropa de Elite 2", também dirigido por Padilha, foi a escolha oficial do Ministério da Cultura para a indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Agora resta saber a película fica, de fato, entre os cinco finalistas.

Nenhum comentário: