31/10/2012

.: CINEMA .: Muitas novidades sobre os quadrinhos nos cinemas!

THE WOLVERINE: Já se sabe que a história do novo filme vai se passar, cronologicamente, depois dos eventos apresentados em “X-Men 3 - O Confronto Final”. Ou seja: vamos voltar a considerar os filmes pré-Primeira Classe. Como não bastasse, o diretor James Mangold ainda sugeriu que teremos a aparição de outros mutantes ao longo da projeção – o que aconteceu de maneira desastrada e desastrosa no primeiro filme do baixinho invocado, leia-se. A trama, é claro, é baseada na história “Eu, Wolverine”, de Chris Claremont e Frank Miller, que traz o carcaju nanico rasgando gargantas em pleno Japão.

 X-MEN – DIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO: Os boatos sobre a continuação de “X-Men: Primeira Classe” se confirmaram. Matthew Vaughn sai da cadeira de diretor e vai para a vaga de produtor executivo. Quem assuma a vaga de comandante é ninguém menos do que Bryan Singer, diretor dos dois primeiros x-filmes da primeira trilogia. Reza a lenda que a intenção de uma trama com clara conexão com este lance de viagens no tempo é justamente para criar conexão com os três primeiros filmes. Primeiros reflexos de Mark Millar? Dizem ainda que Famke Jansen e Patrick Stewart devem dar as caras, retomando respectivamente os papéis de Jean Grey (Mas ela não morreu? Ah, é Marvel, tudo bem!) e Professor Xavier. Será que alguém vai ao menos tentar preencher os imensos buracos cronológicos entre os três primeiros filmes e “Primeira Classe”?

THE LEGEND OF CONAN: Depois do fracasso da reinterpretação recente do bárbaro cimério, vivido por Jason Momoa, a Universal Pictures readquiriu os direitos sobre o personagem. E vai fazer, para lançamento em 2014, um novo filme do personagem. Que, vejam só, voltará a ser vivido por Arnold Schwarzenegger (insira ruído de explosão aqui). Tudo indica que a película seja continuação direta de “Conan - O Bárbaro” (1982), o primeiro filme, ignorando não apenas a refilmagem mas também “Conan - O Destruidor” (1984). Diz o produtor, Fredrik Malmberg: “O filme original terminou com Arnold em um trono como um guerreiro experiente e é isso que vamos explorar. Aquele viking nórdico que foi um rei, guerreiro, soldado e mercenário e levou para a cama mais mulheres do que qualquer outro, perto do ciclo final de sua vida. Ele sabe que irá para Valhalla e quer se despedir com uma boa batalha”. Uma coisa meio “Conan Rei”, correto? Mas...não, calma. Espera. Conan não é nem nunca foi um guerreiro nórdico. Valhalla aonde, em nome de Odin? Conan era uma porra de um cimério!!!!!!

Nenhum comentário: