03/05/2013

.: CINEMA .: Longa do Nightwish será exibido no FANTASPOA 2013

A programação da edição 2013 do FANTASPOA, o Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre, tem um motivo a mais para chamar a atenção dos fãs de música: afinal, pela primeira vez no Brasil, será exibido o longa-metragem "Imaginaerum", baseado no álbum de mesmo nome da banda finlandesa Nightwish. Lançado no mercado finlandês no final de 2012, "Imaginaerum" será exibido como parte da mostra competitiva do festival. O FANTASPOA começa hoje, mas as exibições do longa serão na Sala Paulo Amorim (Rua dos Andradas, 736), no dia 15 de maio, às 17h, e no dia 18 de maio, às 19h.


O FANTASPOA 2013 acontece desta sexta, dia 3 de maio, até o próximo dia 19.

Declaradamente fã de cultura pop, o líder, tecladista e principal compositor do Nightwish, Tuomas Holopainen, fez um disco conceitual que soava claramente como a trilha sonora de um filme do Tim Burton ou, quem sabe, de um HQ gothic-punk do Neil Gaiman, ambos escancaradas influências. Então, o sujeito resolveu ir além e fez um filme. Convidou um diretor – no caso, o estreante Stobe Harju – e, em parceria com a Solar Films, rodou a película no Canadá, inteiramente falada em inglês, visando o mercado internacional. A trama fala sobre um velho músico, Tom, que sofre de um tipo grave de demência. Como ele é acometido pela doença há anos e praticamente teve a mente revertida para a infância, se lembra de pouco ou quase nada de sua vida adulta. Sua música, seus amigos, seu passado (incluindo a memória de sua filha), todos parecem ter se tornado borrões em uma mente frágil. Tudo que sobrou foi a imaginação de um garoto de 10 anos de idade. À medida em que ele mergulha no coma, parece impossível retomar tudo que ele perdeu. Ou não?

Aaaaaaaaaaaaaaaproveitando...
Já se sabe que Tuomas, um verdadeiro fanático pela Disney, tem prontas oito canções para um projeto intitulado "The Life and Times Of Scrooge McDuck". Ainda não se sabe qual é o gênero musical do álbum, mas o título já entrega do que se trata: uma espécie de trilha sonora para a clássica e épica HQ de mesmo nome, do mestre Don Rosa, que organiza a cronologia e mostra fatos inéditos sobre o passado do Tio Patinhas.

“É [uma HQ] sobre a imensa beleza do mundo e as suas possibilidades vistas através dos olhos implacáveis e honestos de um personagem bem complexo”, afirma Tuomas. “É sobre amor e família, ganho e perda, escuridão e renascimento", finaliza.

Nenhum comentário: