23/05/2013

.: MÚSICA .: Ouça a primeira música do Stone Temple Pilots com os vocais do cantor do Linkin Park

Já se sabia que os caras do Stone Temple Pilots estavam de saco cheio do comportamento de seu frontman, Scott Weiland. Não é preciso mergulhar muito fundo nos noticiários especializados em rock para descobrir que o sujeito é um junkie condecorado e um encrenqueiro de carteirinha, o que dificulta a vida de qualquer banda minimamente interessada em seguir uma carreira sólida. Então, como a relação do restante dos integrantes com Weiland não era das melhores, era de se esperar que logo pintasse um substituto na área. E foi o que aconteceu: sem qualquer anúncio prévio, durante sua apresentação no KROQ Weenie Roast, o Stone Temple Pilots convocou ao palco ninguém menos do que Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, para assumir o microfones da banda. Logo depois, site e redes sociais do STP foram atualizados, colocando Bennington oficialmente no papel de vocalista. Além de clássicos como “Sex Type Thing” e “Vasoline”, ele cantou uma canção inédita, “Out of Time”, cuja gravação em estúdio pode ser conferida abaixo – assim como vídeos da performance de Bennington no festival.



“Chester tem um tipo único de voz que nós admiramos há muito tempo,” afirma Dean DeLeo, guitarrista do Stone Temple Pilots. “Nós sabemos que o Linkin Park será sempre a prioridade dele, mas achamos que seria legal tentar algo juntos. Investimos nosso tempo para gravar uma música e estamos todos muito felizes com o resultado”, completa. De seu lado, Chester fez questão de deixar claro que é fã de Stone Temple Pilots desde os 13 anos de idade e que eles foram uma grande influência em seu trabalho como músico. “Quando veio a oportunidade de fazer algo criativo com eles, eu agarrei a chance. Os caras do Linkin Park têm me apoiado muito neste projeto”, revela.

Em tempo, portanto: não se sabe ainda se Chester Bennington vai gravar um disco completo com o Stone Temple Pilots ou mesmo sair numa turnê maior e mais extensa com eles. O que se pode afirmar, no entanto, é que Chester Bennington não está, neste momento, saindo do Linkin Park – com o qual, inclusive, está trabalhando em novas músicas.

Minha opinião? Foi apanhado de surpresa, preciso confessar. Assim que a notícia saiu, antes de ver os vídeos ou escutar a música, achei tudo bizarro demais. Pra mim, simplesmente não combinava, não dava liga – claramente porque eu estava acostumado a ouvir Chester Bennington gritando, se esgoelando à frente do Linkin Park, cujo bom nu metal de outrora veio mudando ao longo dos anos para algo teoricamente mais eclético mas cujo resultado está longe de ser satisfatório. Enfim. Mas assim que ouvi “Out of Time”, juro que não esperava me deparar com Chester cantando e interpretando, e não gritando. Alguns podem argumentar que ele está praticamente emulando o que o próprio Weiland fazia, tanto na performance vocal quanto nos trejeitos de palco. Pode ser. Mas era o comportamento que se esperava de um fã autodeclarado, não? Tentar evitar um choque grande mais para os fãs das antigas. Vejamos o que os próximos passos, com o cantor mais solto e à vontade no papel, nos reservam.

Nenhum comentário: