17/10/2013

.: MÚSICA .: Napster Bad, Spotify Good!

“Eu amo o Spotify. E eu amo Daniel Ek (fundador e CEO da empresa), ele é um grande cara”. Esta foi a interessante declaração de Lars Ulrich, baterista do Metallica, a respeito do serviço de streaming numa entrevista para a revista inglesa NME. Cabe lembrar que, com grande pompa e circunstância, a banda liberou no Spotify todos os seus álbuns de estúdio e mais uma cacetada de singles e gravações ao vivo. “Agora, se vamos falar disso daqui 10 anos, se este é o futuro ou não, não sei ainda dizer ‘sim’ ou ‘não’, mas certamente está funcionando agora”, completou ele.

O que é irônico nesta história é ver o casamento harmonioso do Metallica, e de Lars Ulrich em particular, com um serviço de música digital depois de ter passado anos em combate ferrenho contra o serviço Napster, de compartilhamento de arquivos. Tudo bem, são coisas diferentes, uma era download, a outra é streaming, ok. Mas é interessante ver que um dos integrantes do conselho do Spotify é justamente um certo Sean Parker, co-fundador do Napster e que foi interpretado por Justin Timberlake no filme A Rede Social, sobre os primórdios do Facebook.

É. O mundo dá muitas voltas.

Nenhum comentário: