31/01/2014

.: CINEMA .: "Batman vs. Superman" já tem seu Lex Luthor. Ai. Sério?

A Warner anunciou oficialmente que Jesse Eisenberg será Lex Luthor e Jeremy Irons será o mordomo de Bruce Wayne, Alfred, em "Batman vs. Superman".


Eu quero acreditar. Juro que quero. Tá bom, Jeremy Irons como Alfred é simplesmente mágico, great (preferia vê-lo como o Doutor Destino, insisto, mas tudo bem). Agora, acreditar em Jesse Eisenberg - vulgo Mark Zuckerberg do filme "A Rede Social - como Lex Luthor requer de mim uma fé que não estou conseguindo ter. Desculpaê, Warner. Eu quero acreditar. Quero mesmo, de verdade. Quero acreditar que, quando o filme sair, eu vou morder a língua e dizer "tá tudo bem agora". Mas não consigo. Por enquanto, não consigo acreditar. Por enquanto, tudo que consigo é dizer: WTF? Obrigado, estava precisando desabafar.

Eisenberg (vulgo Michael Cera cover) pode interpretar um Luthor jovem. Um jovem empresário terrível, egocêntrico e genial, quase o próprio Zuckerberg. Um Luthor parecido com o Luthor de "Smallville". Mas, querida Warner, isso a gente já viu em "Smallville". Queremos um Luthor mais velho, mais experiente, um homem cheio de recursos. Queremos, sei lá, um sujeito maquiavélico. Queremos alguém como...Bryan Cranston? Sei lá. Juro que já não entendo mais nada.

Vale lembrar que esta não é a primeira notícia polêmica relacionada a este filme - que vem inflamando os fóruns internérdicos desde que foi anunciado que Ben Affleck vai viver o Batman neste encontro com o Super-Homem de Henry Cavill. Aliás, caso você não lembre, esta foi a grande loucura relacionada a este filme, que explodiu na semana passada. A jornalista brasileira Ana Maria Bahiana, membro da HFPA (associação que reúne jornalistas estrangeiros e que realiza o Globo de Ouro) afirmou que soube, de fonte confiável, que Affleck não será mais o Batman. A Warner, com medo da reação dos fãs, teria entrado em acordo com o ator para ele sair de cena, nos próximos meses, com uma desculpa do tipo "tivemos conflito de agendas", algo assim bem burocrático. Considere que ele tem, de acordo com informações de bastidores, se desentendido com David Goyer, o roteirista, por conta do argumento do filme, e temos aí um ponto. Ela ainda afirmou que a produção teria voltado a sondar Josh Brolin e pensado até, pasmem, em Michael Keaton (ele mesmo, o Batman dos filmes de Tim Burton) para o papel. Esta última parte é, de fato, bastante estranha. Mas...

Quando El Mayimbe, principal nome do bem-informado site Latino Review, soube desta história, se rasgou todo, ficou louco da vida e foi xingar muito no Twitter. A Ana respondeu. Os dois discutiram. E ficou um baita climão. Nos próximos meses, vamos saber, de fato, quem tinha razão. Aliás, a Ana Maria é uma BAITA jornalista e não duvido que tenha grandes fontes. Pode ser, no entanto, que esta fonte não tenha a informação completa. Ou pode ser que a gente vá descobrir que ela está certa, afinal.

O fato é um só: ainda vamos ouvir falar MUITO de "Batman vs. Superman" nos próximos meses. Se isso é bom ou ruim, não consigo dizer ao certo.

Nenhum comentário: