06/02/2014

.: CINEMA .: No novo filme do Quarteto, o Doutor Destino pode ser uma mulher

Michael B. Jordan ("Poder Sem Limites") parece, a cada dia, estar mais confirmado no papel de Johnny Storm, vulgo Tocha Humana, no novo filme do Quarteto Fantástico, um reboot baseado nos quadrinhos da Marvel e que vai deixar para trás os dois primeiros filmes. Kate Mara (a Zoe Barnes de "House of Cards") e Emmy Rossum (a Ridley de "Dezesseis Luas") teriam feito testes para o papel de Sue Storm, depois que nomes como Saoirse Ronan ("A Hospedeira") e Elizabeth Olsen estão oficialmente fora da disputa - Olsen, confirmada como a Feiticeira Escarlate em "Os Vingadores 2", não teria como assumir o compromisso de qualquer forma...O britânico Christian Cook esteve sendo testado para viver Ben Grimm, que mais tarde se torna o monstruoso Coisa (gerado, desta vez, via efeitos visuais), enquanto Miles Teller (de "Divergente") estaria conversando para ser Reed Richards.

Tudo isso é muito legal - e, apesar de saber que Johnny é originalmente irmão de Sue, não me incomoda o fato do ator que está sendo considerado para o papel é negro. O que é surreal, no entanto, é informação de que a Fox estaria disposta, se a atriz certa surgir,a trocar o gênero do grande vilão do filme, o Doutor Destino.

Sim. O Doutor Destino poderia ser uma mulher.

Filmes são filmes. Quadrinhos são quadrinhos. Não tenho nada contra mudanças de etnia e nem de sexo, honestamente, se estamos falando de elementos que não são cruciais na essência do personagem. Mas o fato de Von Doom ser um homem e ter uma competição quase que de virilidade com Richards é um de seus elementos definidores, que se perderia com ele se tornando uma mulher - ainda mais porque não duvido que ia se criar um vínculo óbvio e bobo de relacionamento entre ela e Richards, um romance e uma combinação de ciúmes e despeito para justificar sua vilania. E não é assim. Von Doom não está apaixonado. Von Doom quer provar que é genial e quer dominar o mundo.

Entendam a porra do personagem. Não custa, vai.

Nenhum comentário: