14/03/2014

.: CINEMA .: Quatro atores estão na reta final para o papel de Doutor Destino

Depois das explosivas e polêmicas escolhas da Fox para os papéis dos quatro heróis de "Quarteto Fantástico", novo filme estrelado pelos heróis da Marvel Comics, ficou faltando apenas decidir quem seria o intérprete do principal vilão – no caso, o hiperbólico ditador mascarado Doutor Destino. De acordo com Jeff Sneider, dono da coluna The Wrap, o estúdio diminuiu a sua lista de preferidos a quatro nomes: Sam Riley, Eddie Redmayne, Toby Kebbell e Domhnall Gleeson. Antes que você comece a se rasgar, deixa eu contar quem são cada um destes sujeitos.

Domhnall Gleeson, Toby Kebbell, Eddie Redmayne e Sam Riley

O inglês Sam Riley, na minha opinião a opção mais adequada da lista, ficou bastante conhecido por sua interpretação de Ian Curtis, cantor do Joy Division, na biografia "Control" - além de ser o Sal Paradise da adaptação cinematográfica de "Na Estrada", clássico literário de Jack Kerouac. Também inglês, Redmayne começou a carreira na televisão mas, desde 2006, tem mostrado mais a cara em pequenos papéis em produções como "O Bom Pastor". Além de soltar a voz como o Marius de "Os Miseráveis", também estará presente na nova produção dos irmãos Wachowski, "Jupiter Ascending", e vai viver o genial físico Stephen Hawking na biografia "Theory of Everything". Kebbell – que é, adivinhe, inglês – pode ser mais lembrado pelo papel do roqueiro drogado Johnny Quid em "Rock n Rolla", de Guy Ritchie. Mas também esteve em filmes como "Alexandre" (o épico de Oliver Stone), "Fúria de Titãs 2" e "Príncipe da Pérsia". Por último, temos o irlandês (há!) Gleeson, filho do veterano Brendan Gleeson ("Tróia", "Gangues de Nova York", "Coração Valente"). Recentemente, completou seu trabalho em "Unbroken", drama dirigido por Angelina Jolie. Mas os fãs de fantasia devem se lembrar de seu rosto como o ruivo Bill Weasley dos dois últimos filmes da franquia Harry Potter.

(Reparou que os quatro atores são britânicos? A Fox realmente quer um cara com sotaque europeu, rs)

Vejam: o Doutor Destino é o meu vilão favorito dos quadrinhos de super-heróis. Enquanto escrevo estas linhas, sou observado de perto por nada menos do que cinco bonecos diferentes do personagem que adornam a minha mesa. O Homem-Aranha é meu herói preferido e não tem um único boneco dele aqui do meu lado, então pense nisso. Esta escalação, ainda mais depois da pataquada que foi o retrato de Victor Von Doom nos dois filmes anteriores do Quarteto, é algo que estou acompanhando muito de perto MESMO. Mas vamos analisar as coisas do jeito que devem ser analisadas. É bom que se perceba, por exemplo, que estamos diante de quatro atores um pouco mais velhos do que os atores selecionados para os papéis de Reed, Sue, Johnny e Ben. Faz sentido – assim como faz sentido que, mesmo assim, ele seja mais novo do que o Doutor Destino da cronologia comum da editora, o chamado Universo 616. Isso porque este filme deve ser quase que integralmente inspirado no Quarteto Fantástico Ultimate (ou, pelo menos, é o que dizem as informações de bastidores). Na versão da cronologia ultimate, uma espécie de cronologia que existe paralelamente ao universo Marvel regular, Reed é um jovem prodígio, mais moleque do que Sue, Ben e Johnny. Os quatro sofrem um acidente na Zona Negativa que acaba lhes dando poderes – esqueça viagens de foguete e raios cósmicos.

Meu grande porém com relação a esta coisa toda: na versão Ultimate, o Doutor Destino é definitivamente a pior coisa da série nos gibis. A adaptação ficou horrenda. Sem metade da graça do original, sem o egocentrismo, sem a prepotência, sem a megalomania, sem o carisma. Espero, com todo o meu coração, que o roteirista Simon Kinberg, responsável pela versão final do roteiro, tenha adaptado o Quarteto Ultimate – mas tenha tido a decência de pensar no Von Doom em sua versão do Universo 616. Em nome de toda a população da Latvéria.

Com direção de Josh Trank ("Poder Sem Limites"), o novo filme do Quarteto Fantástico – um reboot, sem qualquer relação com os dois filmes anteriores – tem lançamento previsto para 2015.

Nenhum comentário: